INFECÇÕES DO OUVIDO

Informações para pacientes sobre a otite média

O que é otite média?

Otite média é uma infecção do ouvido médio e está presente em três de cada quatro crianças em torno dos três anos de idade. De fato, infecções do ouvido são as doenças mais comuns em bebês e crianças.

Existem diferentes tipos de otite média?

Sim. Existem dois principais tipos. O primeiro tipo é chamado de otite média aguda (OMA). Isto significa que partes do ouvido são infectadas e tornam-se inchadas. Muco e fluido ficam presos dentro do ouvido médio. A otite média aguda pode ser dolorosa e quando não tratada a tempo, pode levar ao rompimento da membrana timpânica, expulsando o muco ou fluido contido nesta cavidade.

O segundo tipo é chamado de otite média com efusão (líquido) ou OME. Isso quer dizer que o fluido e o muco permanecem dentro do ouvido depois que a infecção é curada. OME faz com que seja mais difícil de o ouvido combater novas infecções. O fluido pode também afetar a audição dos pacientes.

Como a otite média acontece?

Otite média geralmente acontece quando vírus, bactérias, ou ambos, entram no ouvido e causam uma infecção. Geralmente acontece como resultado de uma outra doença como um resfriado. Se sua criança ficou doente, a doença pode vir a afetar os ouvidos.

É mais difícil para uma criança combater a doença que os adultos, por isso crianças desenvolvem infecções do ouvido mais frequentemente. Alguns pesquisadores acreditam que outros fatores como a inalação da fumaça do cigarro pode contribuir para as infecções do ouvido.

O que está acontecendo dentro do ouvido quando meu filho tem uma infecção no ouvido?

Quando os ouvidos são infectados, as tubas auditivas ficam inflamadas e edemaciam. A tonsila faríngea (adenóide) também se torna infectada.

A tuba auditiva inflamada e edemaciada frequentemente é obstruída com fluido e muco proveniente do resfriado. Se o fluido obstrui a abertura das tubas auditivas, o ar e o fluido ficam presos dentro do ouvido. Essas tubas são menores e mais estreitas na criança que no adulto, tornando mais difícil a drenagem do fluido e é uma das razões para que as crianças tenham mais infecções de ouvido que os adultos.

A tonsila faríngea (também chamada de adenóide, na hipertrofia) está localizada na garganta, perto das tubas auditivas. A tonsila faríngea pode tornar-se infectada e edemaciada. Ela pode também obstruir a abertura das tubas auditivas, prendendo o ar e o fluido. Assim como as tubas auditivas, a tonsila faríngea é diferente na criança. Nas crianças, a tonsila é maior, por isso ela pode facilmente obstruir a abertura das tubas auditivas.

A otite média pode afetar a audição do meu filho?

Sim. Uma infecção de ouvido pode causar problemas auditivos temporários. Problemas temporários na fala e diálogo podem acontecer também. Se permanecer sem tratamento, estes problemas podem tornar-se mais sérios. Uma infecção afeta importantes partes do ouvido que auxiliam na audição. Sons em torno de nós são coletados pelo ouvido externo. Então, o som viaja pelo ouvido médio, por três pequenos ossos. Depois disso, o som move-se para o ouvido interno. No ouvido interno é onde o som transforma-se em sinais elétricos e é enviado ao cérebro. Uma infecção do ouvido afeta toda a orelha, mais especialmente o ouvido médio e interno. A audição é afetada, pois o som não pode atravessar o ouvido que está preenchido com fluido.

Como eu sei que meu filho tem otite média?

Nem sempre é fácil saber se seu filho tem infecção no ouvido. Algumas vezes você tem que observar cuidadosamente.  Seu filho pode ter uma infecção no ouvido antes mesmo de aprender a falar. Se seu filho ainda não é capaz de dizer “Meu ouvido dói”, você necessita procurar alguns sinais que o (a) façam suspeitar do problema.

Aqui estão alguns sinais que seu filho pode apresentar se tiver otite média:

Uma criança com uma infecção no ouvido pode mostrar esses sinais. Se você observou qualquer um deles, contate um médico.

O que o médico fará?

Seu médico examinará o ouvido do seu filho e poderá dizer a você certamente, se seu filho tem uma infecção no ouvido. Ele pode prescrever alguns medicamentos chamados antibióticos, que são dados, em algumas vezes, para infecções no ouvido. É importante saber como eles funcionam. Antibióticos somente funcionam contra organismos chamados bactéria, que podem causar doenças. Antibióticos não são eficazes contra vírus, como aqueles associados ao resfriado. Para que sejam eficazes, os antibióticos devem ser administrados até que o tratamento tenha terminado. Poucos dias depois que o medicamento começa a funcionar, seu filho pode parar de sentir dor no ouvido e parecer sentir-se melhor. Isso não quer dizer que a infecção tenha sido curada. O medicamento ainda deve ser administrado. Se não, a bactéria pode retornar. Você precisa seguir as orientações de seu médico.

Como posso estar seguro (a) que estou dando o remédio corretamente?

Se seu médico lhe deu uma prescrição médica para seu filho, tenha certeza que você entendeu as orientações antes de deixar seu consultório. Aqui estão algumas sugestões sobre como administrar o medicamento a seu filho.

Leia

Tenha certeza que a farmácia lhe deu informações impressas sobre o medicamento e instruções claras sobre como dá-la a seu filho. Leia a informação que vem com o remédio (bula). Se você tiver problemas de compreensão da informação, pergunte ao farmacêutico, seu médico ou um enfermeiro. Você deve saber as respostas para as seguintes perguntas:

Planeje

Algumas vezes é difícil lembrar quando você tem que dar a seu filho uma dose do medicamento. Antes de dar a primeira dose, faça um plano escrito ou um cartão para anotar todos os dias da medicação. Em alguns casos, a criança necessita de 10 a 14 dias de tratamento.

Bote o cartão sobre a geladeira para que você possa conferir as doses de acordo com as refeições. Esteja seguro (a) da dose do medicamento. Use uma colher com medida ou um recipiente com marcação se vier com o medicamento. Não use colheres usadas no dia-a-dia, porque nem sempre elas têm uma medida padrão.

Siga-o todo

Esteja seguro (a) de seguir todo o tratamento na hora correta. Se seu médico disser a você para levar seu filho novamente ao consultório, agende o retorno. Seu médico quer saber se os ouvidos estão sem fluido e se a infecção foi debelada. Anote e pergunte questões antes de deixar o consultório.

Meu filho necessita de cirurgia?

Algumas crianças com otite média precisam de cirurgia. O tratamento cirúrgico mais comum envolve a colocação de pequenos tubos dentro da orelha. A cirurgia é chamada de miringotomia. É recomendada quando os fluidos de uma orelha infectada permanecem dentro dela por muitos meses. Nesse estágio, o fluido pode causar perda de audição e problemas de fonação. Um médico chamado otorrinolaringologista ajudará você em todo o processo se seu filho necessitar de uma operação. A operação requer anestesia.

Em uma miringotomia, um cirurgião faz uma pequena abertura na membrana timpânica. Então um tubo é colocado nessa abertura. O tubo funciona aliviando a pressão no ouvido obstruído para que a criança possa ouvir novamente. O fluido não pode acumular se o tubo estiver ventilando com ar fresco. Depois de alguns meses, os tubos sairão. Em casos raros, uma criança pode necessitar de uma miringotomia mais de uma vez.

Outro tipo de cirurgia remove a tonsila faríngea. É chamada de adenoidectomia. Removendo a adenóide, como é chamada a hipertrofia da tonsila faríngea, parece haver melhora do quadro em algumas crianças com otite média que estão entre quatro a oito anos. Sabe-se pouco sobre como este procedimento pode auxiliar criança com idade inferior a quatro anos.

Quanto aos pré-escolares e escolares?

Até mesmo antes de seu filho ter uma infecção de ouvido ou necessitar de remédio, você deve perguntar a creche ou escola de seu filho sobre o cuidado com o medicamento. Algumas vezes você necessitará de alguma recomendação de seu médico para os diretores ou coordenadores da escola. A recomendação pode dizer a eles como e quando der a seu filho o medicamento se este é necessário no período escolar. Algumas escolas não darão o medicamento à criança. Se este for o caso da escola de seu filho, pergunte a seu médico como proceder com o roteiro terapêutico.

O que mais posso fazer por meu filho?

Aqui estão algumas coisas que você pode fazer parar diminuir o risco de seu filho desenvolver otite média. A melhor coisa que você pode fazer é prestar atenção em seu filho. Saber os sinais de alerta de infecção do ouvido e ficar atento (a) se seu filho contrair um resfriado. Se você achar que seu filho tem uma infecção no ouvido, contate o médico.

Não fume perto do seu filho. A fumaça prejudica delicadas partes dentro do ouvido do seu filho.

Onde eu posso encontrar mais informações?

NIDCD mantem um diretório de organizações que podem responder questões e fornecer informação impressa ou eletrônica sobre a otite média. Veja a lista de organizações em www.nidcd.nih.gov/directory.

Use as seguintes palavras-chaves que ajudarão em sua busca pelas organizações:

Para mais informações, contate www.otocentro.com.br.

 

National Institute on Deafness and Other Communication Disorders Fact Sheet – Ear infections: Facts for Parents About Otitis Media.

Por Fábio de Alencar Rodrigues Júnior Acadêmico do 5º período do Curso de Medicina da Universidade Potiguar

© 2007
Todos os direitos reservados